Q - R - S - T -
U - V - W - X - Y - Z

click on the banners for further information



  PICTURE ***

FOTO PICTURE ***

FOTO PICTURE ***

FOTO

by pam_ryan/Pam RyanRed Dog - Arrived in Dampier, Western Australia, in 1971, with his owners, who called him Tally Ho; it seems that by his own accord Tally left them to live free on the road.

A mix of Australian Kelpie and Australian Cattle Dog, Red Dog (thus named because the color of his fur), however, soon made friends with a Hamersley Iron driver named John and became his pet. The dog would regularly accompany John, always sitting right behind him on the bus. The seat was Red's; once, a new driver refused to allow the dog to take his place and the Hamersley Iron workers threatened with a strike.

Unfortunately, John died in a motorcycle accident, and from them on Red Dog started wandering, hitching, taking sometimes the train (as he was looking for John), going as far as Roebourne, Point Samson, Port Hedland, Broome, Tom Price and Perth. But he always returned to Dampier or Karratha, where he had many friends who used to give him food and a bed for the night. Red Dog died after eating a strychnine bait in Karratha (left out to kill dingoes, wild dogs and even cats, because they aren't a native species) and is buried in an unmarked grave between Karratha and Roebourne.

Three books about Red Dog were written: Red Dog, a short story by Nancy Gillespie (1983); Red Dog - The Pilbara Wanderer by Beverley Duckett (1993) and Red Dog by Louis de Bernières (2001).

Also, a puppet play was produced in 2006, by the Black Swan Theatre Company, directed by Neill Gladwin.

In 2011, a movie based on Louis de Bernières's novel was produced in Australia; at the 2011 Inside Film Awards Red Dog was nominated in nine categories and won seven, including Best Feature Film. The star role was played by Australian Kelpie Koko.

RED DOG The Pilbara Wanderer - Died November 20, 1979 - Erected by the many friends made during his travels.



Interview with novelist Louis de Bernières


Português *** Portuguese

Red Dog - "Cão Vermelho" chegou com seus donos à cidade de Dampier, Austrália Ocidental, Austrália, em 1971, mas logo separou-se deles ao que parece porque assim ele próprio desejou. Seu nome então era Tally Ho.*

*Tally-ho é uma expressão britânica usada na caça à raposa, quando o caçador avista sua vítima.

Uma mistura de Kelpie australiano e Boiadeiro Australiano, no entanto o cachorro não ficou sem dono por muito tempo: logo fez amizade com Real Red Dog *** em carne e ossoJohn, motorista do ônibus da empresa Hamersley Iron e por ele foi adotado. Red então começou a viajar com o rapaz, sentadinho em uma poltrona que passou a ser só sua; certa vez, um motorista desavisado não quis deixar que o cão fizesse a viagem e os funcionários ameaçaram entrar em greve... Infelizmente, John morreu em um acidente de moto e o cão passou a viajar ainda mais, como se procurasse seu falecido amigo. Além de continuar usando o ônibus, costumava pedir carona a alguns conhecidos (simplesmente se postando em frente ao automóvel, cujo som do motor reconhecia, até ele parar...) ou então pegar o trem; dizem que em suas andanças chegou até Roebourne, Point Samson, Port Hedland, Broome, Tom Price e Perth mas sempre voltava para Dampier ou Karratha, uma cidade próxima, onde tinha muitos amigos que lhe garantiam uma boa alimentação e um teto para dormir.

Morreu depois de comer uma isca com estricnina (muito usadas para matar cachorros selvagens, dingos e até mesmo gatos, pois estes não são considerados nativos da Austrália) em Karratha e está enterrado em algum lugar entre Karratha e Roebourne. A estátua de bronze em sua homenagem foi erigida na entrada de Dampier; em uma placa se lê: O Andarilho de Pilbara - Morreu em 20 de novembro de 1979 - Erigida com a ajuda dos muitos amigos que fez durante suas viagens.

Para contar sua história, três livros já foram escritos: o conto Red Dog de Nancy Gillespie (1983); Red Dog - The Pilbara Wanderer de Beverley Duckett (1993) e finalmente o melhor de todos Red Dog de Louis de Bernières (2001) O Cão Vermelho na tradução que saiu em Portugal.

O cãozinho também acabou no teatro: em 2006, a companhia australiana Black Swan Theatre montou uma peça com bonecos, com direção de Neill Gladwin.

Em 2011 foi produzido o filme Cão Verrmelho na Austrália (muito bom!), baseado no livro de
Louis de Bernières; o papel principal foi feito pelo Kelpie australiano Koko.


Photo statue © Pam Ryan


Reggie - For 16 years from 1983 to 1999  In front of the gallery,

next to the door.Reggie greeted the people who visited the Childers/Proctor Gallery (former Gaskill/Olson and nowadays Karlson/Gray Gallery) in Langley, Washington. The dog was the beloved pet of owners Ron and Richard.

Português ***

Portuguese

Reggie - Durante 16 anos de 1983 a 1999 era Reggie quem dava as boas vindas na Galeria Childers/Proctor (ex-Gaskill/Olson e atualmente Karlson/Gray Gallery) em Langley, Washington. O cãozinho pertencia aos donos do lugar, Ron e Richard. Após sua morte, ele foi homenageado com uma pequena escultura feita pela artista Georgia Gerber.


BANNER

picture *** foto picture *** foto picture *** foto BUTTON

dogRuswarp - "During the campaign to save the Settle-Carlisle Railway line from closure, Ruswarp accompanied his owner Graham Nuttall. Ruswarp paw print was on the petition. Graham disappeared in Snowdonia, but Ruswarp was at his side, when the body was found."

Português

*** Portuguese

Ruswarp - Quando quiseram encerrar a linha de trem entre as cidades de Settle e Carlisle, a população local resolveu se unir e lutar para que isso não acontecesse, iniciando uma campanha e providênciando uma petição para entregar às autoridades; entre eles, estava Graham Nuttall e seu cachorro Ruswarp, que até mesmo "assinou" a petição, que acabou dando resultado. Enquanto que a linha teve um final feliz, homem e cão acabram tendo um destino trágico: em 20 de janeiro de 1990, Nuttall desapareceu nas montangas galesas. Seu corpo foi encontrado em 7 de abril do mesmo ano e ao seu lado, estava Ruswarp, ainda vivo. O cachorro aguentou 3 meses em pleno inverno ao lado de seu querido dono morto. A estátua em sua homenagem (da artista JOEL-Joel Walker) foi eregida na Estação Garsdale (o local preferido dele e de seu dono), Garsdale Head, Inglaterra, em 11 de abril de 2009.


Photo © Darlo2009


BANNER

picture *** foto BUTTON

dogSamson - John W. Madden Jr was a founder member of the Museum of Outdoor Arts; he and his wife Marjorie donated the statue to the park.

Português *** Portuguese

Samson - Samson era o Yorkshire terrier de John W. Madden Jr, fundador do Museum of Outdoor Arts, onde se encontra a estátua do artista John Leitner de bronze.

Inaugurada em 1986, em
Englewood, Colorado, Estados Unidos, doação do próprio Madden e de sua esposa Marjorie.


Photo © moaonline.org


ShiroShiro - Dog that lived on Akajima; in 1986, accompanied Shiroby his master Toshikazu Nakamura, he went to Zamamijima (both part of the Kerama Islands group, Okinawa Prefecture, Japan). There, Shiro met Marilyn and it was love at first sight.

The distance between them do not presented itself as a problem Shiro would swim, every day, more than 2 miles (almost 4 km) across the ocean to meet his girlfriend Marilyn. Hideyuki Miyahira, Marilyn's owner, tells that "Shiro came here soaked everyday, even on rainy and windy days. I was so surprised and deeply moved by their pure, true love." Marilyn died in August 1987 (car accident), and Shiro, in November 2000, at the age of 17. Their romance was made into a movie in 1988 Marilyn ni aitai (I Want to See Marilyn AKA Shiro and Marilyn); Shiro's role was played by Shiro himself.

Português ***

Portuguese

Shiro - Cachorro vira-lata que vivia em Akajima; em 1986, Shiro foi com seu dono até a Zamamijima (ambas ilhas do arquipélago de Kerama, em Okinawa, Japão) e lá conheceu a cadelinha Marilyn foi amor à primeira vista.

A distância entre os dois cães não se apresentou como um obstáculo Shiro passou a nadar, todos os dias, quase 4 km para se encontrar com sua namorada. Hideyuki Miyahira, dono de Marilyn, conta que "Shiro chegava aqui ensopado todos os dias, mesmo em dias chuvosos e com vento. Eu ficava espantado e muito comovido pelo amor puro e verdadeiro dos dois." Marilyn morreu em agosto de 1987 (acidente de carro) e Shiro, em novembro de 2000, aos 17 anos.

Em 26 novembro de 2001, duas estátuas foram inauguradas em honra aos dois cães: uma em Zamamijima e a outra em Akajima, na praia de Nishihama. Em 1988, o romance canino virou filme no Japão Marilyn ni aitai (Eu Quero Ver Marilyn, não foi lançado no Brasil); o papel de Shiro foi "interpretado" por ele mesmo.


Photo © u-facts.com


BANNER

PICTURE *** FOTO PICTURE *** FOTO PICTURE *** FOTO PICTURE *** FOTO PICTURE *** FOTO PICTURE *** FOTO PICTURE *** FOTO PICTURE *** FOTO
PICTURE *** FOTO PICTURE *** FOTO PICTURE *** FOTO PICTURE *** FOTO PICTURE *** FOTO PICTURE *** FOTO SCULPTURE

SnooksSnooks - The inscription reads: "This memorial was erected by the people of this borough to Dr "Robin" PM Acheson who cared for them from 1931 to 1959 and to Dr Nora his wife who died 1981 whilst still caring." Snooks was their beloved pet. The first version of the statue was stolen in February 2003, and replaced in September.

Português *** Portuguese

Snooks - Estátua erigida em homenagem a "Robin" PM Acheson e sua esposa Nora Acheson, médicos na pequena cidade de Aldeburgh, Suffolk, Inglaterra, entre 1931 e 1959; Snooks era o cachorro do casal. A estátua de bronze (da artista Gwynneth Holt), inaugurada em 1961, foi roubada em fevereiro de 2003; em setembro do mesmo ano, a população da cidade já tinha arrecadado dinheiro suficiente para uma estátua substituta.


Photo © fabHappySnapper


Sorriso by

GiseleSorriso - "Smile" was a dog who wandered, in the 90's, in the streets of Balneário Camboriú, a major beach resort in the Brazilian southern state of Santa Catarina. He had many friends those from Kananga Restaurant use to give him meals every day. In the 90's, he ran for Congress/Chamber of Deputies, obtaining almost 1000 votes! Unfortunately, Sorriso ended up being run over in a busy avenue by a driver who knew him and was his friend.

Português ***

Portuguese

Sorriso Para Deputado Federal
(Laudelino Marcos Silva)

"Pois bem, no final do século passado (o tempo passa...), em Balneário Camboriu (SC), o jornalista Nagel Milton de Mello, o Sorrisofotógrafo Zena Tomio e mais eu, lançamos a candidatura do cãozinho Sorriso a deputado federal.

Sorriso era o mascote da maioria dos quiosques da praia e acompanhava o Nagel em sua maratona diária. Não tinha dono, era um andarilho. Zoava a noite inteira e de manhã esperava o Nagel na praia. O nome Sorriso era pela sua boca um pouco deformada, que deixava os dentes sempre à mostra, conseqüência de suas muitas batalhas.

Pois a cãopanha caiu no gosto do povo e teve grande destaque na mídia. Na época ainda não existiam as urnas eletrônicas e evidentemente os votos que ele recebeu foram anulados. Mas a turma da apuração fez a contagem e Sorriso foi o terceiro candidato mais votado no Balneário, e recebeu votos em todo o Estado.

Acima está o santinho que distribuímos na época. Infelizmente Sorriso teve um fim trágico, morreu atropelado quando ajudava uma câopanheira a atravessar uma avenida. Na época muita gente achou que foi um crime político...

Na calçada do Restaurante Kananga, em Balneário Camboriu, que era sua principal base, existe uma estátua do Sorriso, da artista plástica Enedina. Também lá se encontra seu corpo, empalhado com perfeição."
     Fonte: Contra o Vento


Ele era um animal especial

Parecia quase humano
Era um cão "sorridente"
Sempre alegre, esperto e pueril
Daí ter recebido o nome de "Sorriso"
Dado pelo pessoal do Restaurante Kananga*

Numa das eleições dos anos 90
Por brincadeira e para mostrar
Descontentamento com a política nacional
Foi candidato a deputado federal
Pegando mais de mil votos
Todos de Balneário Camboriú
Em 1999, foi atropelado
Em plena Avenida Brasil

E morreu...

Por fatalidade, o motorista era um antigo amigo seu...

Nunca mais o Balneário o veria
Aquele cão alegre e sorridente
Acabava a diversão preferida dos banhistas
e fregueses do Restaurante Kananga*
Local mais freqüentado por "Sorriso"

Um de seus amigos,
Funcionário do restaurante,
Inconformado o empalhou
E o mantém até hoje em sua casa
E hoje quando os banhistas
Passam em frente ao restaurante
Lá está, imponente, o busto de "Sorriso",
No bronze, onde ficará por muitos e muitos anos
Com seus dentes inferiores para fora
No seu sorriso eterno e maroto
Que a todos conquistava...

Por Elomar Z. Lopes Machado - 13/01/2005

*O Restaurante Kananga fica na Av. Atlântica 3850, em Balneário Camboriú, Santa Catarina


"Foto em Balneário Camboriú na inauguração do busto canino, lá pelos idos de 80
- Rubens Heusi, Naschweng, Renato Wolff, Nagel e Paulo Raimundi sentado.
Em pé sozinho um papagaio de pirata. fonte Rubens Heusi"
Fonte: Clubinho Blumenau

Photo (head) © Gisele


BANNER

picture *** foto picture *** foto

dogSultan - Sultan was the favorite dog of Countess Sofia Vladimirovna Panina (1871-1956). She was Vice Minister of State Welfare and Vice Minister of Education in the Provisional Government following the Russian February Revolution, 1917.

"Marfino is an estate and a monument of Russian architecture of the 18th-19th centuries. It has been famous for its beautiful architectural and park ensemble. At different periods, the estate belonged to important statesmen and rich aristocratic families, such as the prince Golitsyn, who gave the estate the name Marfino after his wife Marfa; the Saltykovs, and the Panins."  source

Português *** Portuguese

Sultão - O Rottweiler Sultão foi o cão favorito da Condessa Sofia Panina (1871-1956), figura importante no Governo Provisório Russo formado logo após a revolução de 1917. Não demorou muito para ser acusada de corrupta pelas autoridades bolcheviques e acabar na prisão. Foi julgada culpada e em consideração aos bons trabalhos realizados, recebeu apenas uma censura pública. No entanto, ao recusar-se a devolver um dinheiro que não roubou, acabou por voltar à prisão. Saiu quando amigos seus pagaram 93,000 rubles por sua liberdade. Panina deixou a Rússia e, depois de passar pela Suiça e Praga, viveu no exílio em Nova Iorque até sua morte. A estátua em homenagem a Sultão fica na propriedade Marfino, em Moscou, Rússia.


Photo © mpaskina


BANNER

dog
© Chris Robart

picture *** foto picture *** foto picture *** foto

Português *** Portuguese

Toby

placa: Celebrando a vida de John McCurdy Brooks
W. Stanley "Sandy" Proctor

bronze
2000
Parque Azalea
Summerville
, Carolina do Sul, Estados Unidos


The rich man's guardian, the poor man's friend, the only creature faithful to the end.
Guardião do homem rico, amigo do homem humilde, a única criatura fiel até o fim.

Vanguard the Dog - Statue in honor of Vanguard, who died on May, 1868, in Cowes, Isle of Wight. Arlington Court is an English country house donated by the Chichester family to the National Trust in 1949. Source

Português *** Portuguese

Vanguard, O Cão - Estátua de um cão que morreu em maio de 1868 em Cowes, Ilha de Wight, Inglaterra. A escultura fica na cidade de Arlington, Devon, em Arlington Court, uma casa de campo que pertencia a família Chichester e que foi doada em 1949 à organização National Trust, que tem como objetivo a proteção e conservação de lugares e imóveis históricos da Inglaterra, País de Gales e parte da Irlanda. Fonte




© J. Jordan
© J. Jordan


PICTURE PICTURE PICTURE PICTURE PICTURE

Werniks - He woud have being a dog who used to wait for his master, a cab driver, on the very spot his statue stands nowadays (thanks to Dorota for this piece of information). Another version tell that "the real name of this dog from Kazimierz Dolny was Werniks. This dog was a boss of every street dogs. One day some guy took him, a painter,artist Zbigniew Szczepanek; they left Kazimierz and went for good to Gdansk, but Werniks came back to Kazimierz after 16 years to be a model for some sculpture. This dog was built in 2000. The legend says that every tourist should touch the nose of werniks in order to come back to Kazimierz." (thanks to Afrodite3000 for this piece of information)

Português *** Portuguese

Werniks - Escultura de um cão que costumava esperar por seu dono, um motorista de táxi, do jeitinho e no lugar que agora fica sua estátua. Em Kazimierz Dolny, Polônia. Outra versão conta que Werniks era muito mandão, era o líder dos cães de rua de sua cidade. Um dia, o pintor Zbigniew Szczepanek o adotou; logo depois eles foram morar em Gdansk e só voltaram a Kazimierz 16 anos depois. A estátua foi inaugurada em 2000 e dizem que se o turista tocar o focinho de Werniks, ele voltará um dia para Kazimierz Dolny.


BANNER

picture *** foto

dogYa-Le - Statue of Yah Leh, beloved dog of King Vajiravudh (Rama VI).

Português *** Portuguese


Ya-Le - Estátua que o Rei do Sião (hoje Tailândia) Vajiravudh (Phra Mongkut Klao Chaoyuhua ou Rama VI, 1881-1925) mandou construir em frente ao Palácio Sanam Chandra em homenagem ao seu amado cachorro Ya-Le.  Em Nakhon Pathom, Tailândia. Ya-Le foi morto a tiros por um desafeto de Vajiravudh.


BACK

VOLTAR