CINOLITERATURA BRASILEIRA
 



Patas na Europa - EdiouroPatas na EuropaPatas 2 - A Viagem ContinuaPatas 3 - Ossos de PizzaPatas 4 - A Odisséia FinalVida de Cachorro
- Biografia Não AutorizadaDick, O HeróiComo Mimar Seu CãoConfissões de um Vira-Lata
Meu ChapaCãoversandoNós e Nossos
CãesSarampo, A VerdadeSpike - independenteSpike - EdiouroAnjo de
Quatro PatasUm Anjo Chamado PhantomMinha Vida com Boris
Meu Nome é JayaCarol por
CarolMeu Cachorro AtahualpaMeu Cão e EuDesistir Nunca Foi Uma OpçãoDiário de um CãoAlém do Seu OlharFila
BrasileiroViver o Amor aos Cães

Além do Seu Olhar (Claudia Lubrano de Castro) pawpaw

"História de uma menina que perde a sua visão devido a uma doença degenerativa. Íris, cega e sozinha no mundo, vítima de preconceitos, vê nos cães uma companhia. Kenai, o lindo Labrador cão-guia da história, entra na vida de Íris e dá a ela várias lições de vida e amor. É através deles que várias mudanças ocorrem na vida dessa menina mulher!"


Editora: Giz Editorial



Anjo de Quatro Patas (Walcyr Carrasco)

O escritor e dramaturgo Walcy Carrasco havia perdido o amor de sua vida para uma terrível doença. Sozinho e sem vontade de viver, reencontrou a paz de espírito e o entusiasmo pela vida com o Husky Siberiano Uno, seu anjo de quatro patas.

Carasco conta a história da vida com o seu cachorro com humor e muita emoção, relembrando os bons momentos com Uno, bem como as estrepolias que ele aprontava — como roubar irresítíveis patos gordos do lago do condomínio onde seu dono morava ou as confusões em que se metia, como no dia em que teve um encontro nada satisfatório com um ouriço... Carrasco também fala sobre seu isolamento após a morte de sua companheira e de como não foi fácil retornar a reatar os laços afetivos com os seres humanos, fase de sua vida em que ter Uno ao seu lado foi fundamental.


Editora: Gente (2008)



Cãoversando (Cristina Lima Barreto)

Coletânia da coluna Fala Peludo publicada na revista Mural pela psicóloga catarinense Cristina Lima Barreto, que passou a se dedicar ao Comportamento Animal há alguns anos. São histórias sobre cães e que abordam saúde canina (mental e física), abandono e velhice, posse responsável, cães trabalhadores (guias e policiais), cultura (livros caninos) etc. Com muitas fotos, o livrinho é bem interessante.


Editora: a autora (2008)



Carol por Carol (Luciana Fonseca)

Quando tinha 13 anos, Luciana Fonseca ganhou de presente dos pais o tão esperado cachorrinho dos sonhos. No carro, ao sair do canil, a menina tirou um pequena bolinha de pelos de dentro de uma fronha amarrada com um nó e foi assim que a pequena Yorkieshire Carol entrou na vida de Luciana, iniciando uma linda história de amor que duraria 13 anos. Seus pais ("Vovó" e "Quem-chegou" para a Carol) e ela mesma, a "mommy", são carinhosamente descritos pela própria Carol neste livro, que conta como ela foi amada e amou esta família e jamais será esquecida. Carol morreu de câncer aos 13 anos, deixando Luciana muito deprimida, situação que durou por algum tempo e necessitou de ajuda médica para ser superada, mesmo com a companhia de duas novas Yorkshires, Hannah e Maisa de temperamentos bem diferentes da anjinho Carol, uma "dogzinha" muito especial.


Editora: SSUA Editora (2011)


Como Mimar Seu Cão (Rodrigo Capella)

Neste livro o escritor e poeta paulista Rodrigo Capella apresenta 50 dicas importantes para transformar seu animal de estimação num grande companheiro, enquanto percorre acontecimentos do cotidiano e histórias fantásticas. O cineasta Carlos Reichenbach assina o texto da orelha.


Editora: Zouk (2005)


Confissões de um Vira-Lata (Orígenes Lessa) 

Publicado pela primeira vez em 1972, este livro de Orígenes Lessa apresenta um vira-lata já idoso refletindo sobre sua vida nas ruas (difícil, mas livre), seus colegas caninos (muitos deles mortos por homens sem coração e automóveis traiçoeiros) e a raça humana — que apesar de seus muitos defeitos, é defendida pelo nobre e leal cãozinho.


Editora:
Ediouro (2003 - 33ª edição)
Ilustrações: Noguchi


Desistir Nunca Foi Uma Opção (Daniel Guth e Julia Bobrow) pawpawpawpawpaw

Mocinha é uma vira-lata muito bonita que depois de ser resgatada das ruas ficou tetraplégica em consequência de uma doença degenerativa. Sacrificá-la nunca foi uma opção cogitada por seus tutores Daniel e Julia; ao contrário, com muito amor, carinho e paciência, eles proporcinaram à Mocinha uma vida plena e feliz ao lado deles e de duas irmãs caninas, Laica e Lola. Antes do livro, a cachorrinha já era conhecida e admirada na Internet, pois seu dia a dia podia ser acompanhado no Face Diário de uma Mocinha.


Editora: Original


Diário de um Cão (Claudia Lubrano de Castro)

Quarenta e seis histórias reais "narradas" por seus protagonistas: os cães.


Editora: Giz Editorial (2007)


Dick, O Herói (Antonio F. Costella)

Pequena biografia do cão da Polícia Militar de São Paulo, Pastor Alemão Dick; leia mais sobre ele em ESTÁTUAS.


Editora: Mantiqueira (1996)


Fila Brasileiro: Um Presente das Estrelas (Paulo Godinho)

História detalhada do surgimento desta raça brasileira.



Editora: iQ



Meu Cachorro Atahualpa (Urda Alice Klueger)

Atahualpa é o cãozinho da escritora blumenauense Urda Klueger; logo ela que achava que não podia nem cuidar de uma planta, adotou um peludinho e por ele se apaixonou. Atahualpa (nascido em 2007) é criado com muito respeito e liberdade, principalmente no que diz respeito à sua dieta: ele come de tudo (sapos secos, cocô de capivara...), inclusive ração, mas suas guloseimas preferidas são bolo com leite e bifes de fígado de boi cozidos. Urda conta sua vida com o esperto cachorrinho, revelando todo o drama que viveu com ele (juntamente com toda uma cidade) quando a terrível catástrofe das chuvas de 2008 se abateu sobre Blumenau — para ela, ter Atahualpa ao seu lado foi fundamental.


Editora: Hemisfério Sul


Meu Cão e Eu (Yola P. C. Ramos) PAW

Neste pequeno livro, Yola conta sua história de vida com Toby, um SRD (sem raça definida) amado de quase 4 anos. A tri-neta de Yola, Victória, queria muito um cachorro, mas seus pais não queriam colaborar. Então Yola resolveu adotar um; assim, quando a Victória viesse visitá-la "teria" o seu tão esperado cãozinho! Foi então que surgiu Toby na vida delas, cuja mãe foi encontrada na rua barriguda e com um espeto enfiado na barriga. Resgatada por uma dona de pet shop, a cadela foi salva, bem como todos os seus filhotinhos.

Toby foi para Yola, que logo se tornou a "mãe" dele, para uma certa revolta da tri-neta... Um baixotinho com personalidade, Toby logo se tornou o Rei da casa, dormindo na cama com Yola e seu marido Elói, fazendo manha na hora de jantar e sempre querendo a família junto dele.



Editora:
AGE (2011)


Meu Chapa (Fábio Lamachia) 

O escritor paulista Fábio Lamachia gosta, além de escrever, de aventuras, do nordeste e de pedras preciosas. Saindo para mais uma viagem em busca destas três coisas, ele se sentiu sozinho e viu que precisava de um companheiro de viagem; decidiu-se então por um co-piloto canino — e assim o Labrador preto Chapa entrou em sua vida, com apenas 3 meses.

O primeiro ano do filhote foi ao lado do dono, viajando pelas estradas brasileiras, visitando lugares paradisíacos e nadando muito (Chapa AMA a água) em lagoas, rios, cachoeiras e no mar. E também em piscinas alheias, além de chafurdar com porcos no chiqueiro, matar penosas de estimação, saltar do carro em movimento, roer móveis em hotéis, assaltar dentistas dentro de consultórios, entre outras peraltices. Tudo com muita alegria e bom humor — pelo menos da parte do próprio Chapa, porque Fábio e a namorada Jenny (dona dos Labradores Billy e Mike que se aproximou de Fábio em São Paulo — graças ao Chapa — e passou a viajar com ele) nem sempre achavam muita graça das estrepolias do filhotão... E como o casal gosta de desafios, aos três ainda se juntou o Labrador amarelo Farofa — este sim muito calmo e comportado, cuja vida com certeza não acabaria em livro...

No roteiro, Chapada Diamantina, Lençóis, Camaçari, Fernando de Noronha, a maior caverna do Hemisfério Sul (Toca da Boa Vista) em Campo Formoso, o sítio arqueológico na Chapada do Araripe, Santana do Cariri, Parque Estadual do Jalapão, Trancoso, entre muitos outros lugares. O livro apresenta 25 fotografias de Chapa e sua turma.
 

Editora: Geração Editorial


Meu Nome é Jaya (DeRose)

Neste livreto ("extrato de alguns capítulos do livro Quando é Preciso Ser Forte, Editora Nobel 2009, com vários acréscimos"), o escritor, educador e precursor da ioga no Brasil o autor discorre sobre sua amada Weimaraner Jaya. Uma cadelinha muito dócil, ela foi educada por DeRose e sua mulher Fernanda com muito amor e paciência; mais detalhes da criação de Jaya no livro Anjos Peludos.


Editora: Egregóra


Minha Vida com Boris (Thays Martinez)

A advogada Thays Martinez perdeu a visão aos 4 anos, provavelmente por causa da caxumba. Desde então, ela sempre sonhou em ter um cão-guia, pois queria muito ser independente e nunca se acostumou a usar a bengala. Seu sonho só veio a se realizar aos 26 anos, quando Thays conseguiu entrar em um programa que levaria 4 deficientes visuais até a Leader Dog For the Blind, nos Estados Unidos, instituição especializada em treinar cães-guias. Tudo correu bem — Thays e o Labrador Boris se deram bem de imediato, apesar do canino ser um tanto quanto, digamos, rebelde — até chegarem ao Brasil. Na primeira tentativa da advogada em andar no metrô paulistano, a caminho do trabalho, ela e Boris foram barrados. A partir daí, começou a luta que traria grandes mudanças nas leis do país em relação aos deficientes visuais e seus cães.

Thays fundou em 2002, juntamente com o treinador de cães-guia Moisés Vieira dos Santos Júnior (da Escola de Cães Guia Helen Keller, hoje com sede em Balneário Camboriú, Santa Catarina), o Instituto de Responsabilidade e Inclusão Social-IRIS.


Editora: Globo


Nós e Nossos Cães (Cacau Hygino) 

Cinquenta pessoas (famosas e anônimas) falam sobre seus amigos caninos — da alegria (e do trabalho) que é tê-los ao seu lado, revelando também como eles ajudaram a diminuir a depresão, a ansiedade  e a solidão e contando como tiveram a vida salva (literalmente) por eles.

Editora: Globo
Fotos: Vera Donato


Patas na Europa (Antonio F. Costella)

Antonio Fernando Costella era professor, advogado, foi Procurador Municipal em São Paulo e Secretário de Educação de Campos do Jordão — até que Chiquinho apareceu em sua vida e a transformou. Costella abandonou as atividades anteriores e passou a se dedicar somente à Literatura (além das Artes Plásticas, ele que é também pintor e xilógrafo).

ChiquinhoChiquinho era um cão amarelo, inteligente e esperto, que meio sem querer entrou na vida e no coração de Costella (e de sua então mulher Suzi) e o fez ver as criaturas maravilhosas que são os cachorros. O amigo canino também despertou o ex-professor para a Natureza, da qual se tornou ferrenho defensor.

Pois Costella, quando teve que ir para a Europa para lecionar em uma faculdade de Jornalismo portuguesa, levou Chiquinho na bagagem — literalmente, pois animais são considerados bagagem e têm que viajar no porão do avião, sozinhos e trancados em caixas — o que acabou resultando numa série de livros, publicados a partir de 1993 pela Editora Mantiqueira, de Costella: Patas na Europa, Patas 2 - A Viagem Continua, Patas 3 - Ossos de Pizza e Patas 4 - A Odisséia Final; em 2008, os quatro volumes foram reunidos em um único e relançados pela Ediouro.

Chiquinho — que costumava dormir num tapete macio na biblioteca de seu padrinho — morreu em 13 de abril de 1995, aos 14 anos, 6 meses e 9 dias e está enterrado nos jardins da Editora Mantiqueira e da Casa da Xilogravura, em Campos do Jordão; segundo o testamento de Costella, todo o acervo de seu museu deverá ir para a USP, com uma única condição: o túmulo-memorial de Chiquinho jamais deverá ser mexido.

Editora: Ediouro (2008)


Sarampo: A Verdade (Mizael Adolfo de Aguiar) 

Livro-depoimento sobre Sarampo, um Dogue alemão que ficou conhecido no Brasil inteiro como o "Cão Fenômeno". Sarampo nasceu em 1952 e ainda filhote foi viver em Araxá, Minas Gerais, na casa de Adolpho José de Aguiar, o Adolphinho (Mizael é seu filho). Logo de início, começou a apresentar uma ligação incrível com seu dono, demonstrando uma excepcional capacidade de comunicação (quase como se usasse a telepatia) — atendia às ordens de Adolphinho até mesmo por telefone! Além disso, sabia as 4 operações matemáticas, reconhecia cores e era capaz de separar as pessoas por sexo. Figuras importantes da época — como os Governadores de Minas Magalhães Pinto e Israel Pinheiro, Assis Chateaubriand, Deputado Federal José Sarney, Senador Arnon de Mello, o então embaixador da União Soviética André Fomim, Waldir Pires, Vice Presidente da República José Maria Alkmin, Conde Matarazzo, o matemático Malba Tahan, entre muitos outros — testemunharam os feitos do cão e seus depoimentos estão neste livro organizado por um dos 9 filhos de Adolphinho. Sarampo, um cão amigo e carinhoso que costumava brincar (e cuidar) das crianças da casa, morreu com quase 15 anos de idade em 1966.

Para comprar o livro ligue: (34) 3661-4014 ou (34) 8827-1644.

Editora: Scortecci (2005)


Spike - Você Vai se Apaixonar (Gisele Martins Neis) 

Gisele Neis, catarinense de Florianópolis, conta histórias de seu Labrador preto Spike; depois de 2 edições independentes, o livro saiu pela Ediouro.

Editora: Ediouro (2009)
ISBN: 978-85-0002-458-0


Um Anjo Chamado Phantom - A Saga de um Campeão (Karin Graf)

Phantom é um magnífico Dogue alemão; magnífico não só pelo seu tamanho mas também pelo seu grande coração. Ele é, realmente, um grande e amoroso amigo. E sua dona Karin resolveu contar sua história, de como ela e seu marido Aguinaldo (o Guina) conseguiram transformar o Tulico (apelido carinhoso do Phantinho) no cão número 1 do país, participando de exposições caninas por todo o Brasil. Além da rotina intensa de treinamentos e viagens, também no livro a rotina da família Graf, com seus dois outos amigos caninos: o também Dogue Alemão Thunder (o Thundinho) e o Pastor-alemão Jäger.

Obs.: o livro é uma delícia de ler, o Phantom e seus irmão de criação Thunder e Jäger certamente são cães felizes e bem tratados, mas eu, Gisele, decididamente não gosto de exposições caninas... continue aqui, por favor



Editora: Ísis (2010)


Vida de Cachorro, Biografia Não Autorizada (Antonio Costella)

Pequena biografia do cachorro Chiquinho, de Patas na Europa.


Editora: Mantiqueira (1995)



Viver o Amor aos Cães (Ana Regina Nogueira)

"O livro reúne registros em textos e imagens feitos por Ana Regina Nogueira no Parque São Francisco de Assis, sede do projeto de acolhimento de animais realizado pela associação. A autora abriu mão dos direitos autorais em benefício do projeto e 40% da renda gerada pelo livro também irá para a associação. É um trabalho que mostra a relação amorosa entre humanos e animais. Casos de transformação e de cura, conta Ana Regina. Há entrevistas, dicas de adoção, quatro receitinhas vegetarianas, porque nós da associação somos todos vegetarianos, e algumas histórias, diz. O livro registra 42 histórias e cerca de 200 fotos sobre o tema."  fonte


Editora: Irdin


VOLTAR