RELIEF - PLAQUES
RELEVOS - PLACAS

click on the banners for further information

 


BANNER

by den99/Denis Barber1st Marquess of Westminster's Coat of Arms - On the pedestal of the Robert Grosvenor's statue.


Português *** Portuguese


Brasão do 1º Marquês de Westminster - No pedestal da estátua de Robert Grosvenor, 1 Marquês de Westminster, na Praça Belgrave, em Londres, Inglaterra.


Photo © Denis Barber



by cindytoo/JohnAustralian National War Dog Monument - In honor of the war dogs that served in Vietnam, with a small drinking fountain for dogs.


Português *** Portuguese


Monumento Nacional Australiano ao Cão de Guerra - Em honra aos cães que foram usados na Guerra do Vietnã; o monumento tem uma pequena fonte para cães. Em Alexandra Headland, Costa do Sol, Queensland, Austrália.

Photo © John


BANNER

Captain RobCaptain Rob and Skip - Plaque in bronze in honor to the characters from De avonturen van Kapitein Rob, comic book created by Dutch artist Peter Kuhn (1910-1966). 
 
Português *** Portuguese

Capitão Rob e Skip - Capitão Rob é o herói d'As Aventuras do Capitão Rob, (De avonturen van Kapitein Rob), histórias em quadrinhos criada pelo holandês Peter Kuhn (1910-1966), com o texto do jornalista Evert Werkman (1915-1988). A placa em bronze em homenagem a Rob e seu cão skip (com as figuras dos personagens em alto-relevo do artista Arie de Jong) foi inaugurada em 15 de julho de 1994 por Margarete Kuhn a filha mais velha de Pedro Kuhn —  na vila de Oosterend, Terschelling, Friesland, Países Baixos.


Photo © René & Peter van der Krogt


BANNER

Captain RobCaptain Rob and Skip - Several plaques in bronze in honor to the characters from De avonturen van Kapitein Rob, comic book created by Dutch artist Peter Kuhn (1910-1966).
 

Português *** Portuguese

Capitão Rob e Skip - Capitão Rob é o herói d'As Aventuras do Capitão Rob, (De avonturen van Kapitein Rob), histórias em quadrinhos criada pelo holandês Peter Kuhn (1910-1966), com o texto do jornalista Evert Werkman (1915-1988). São diversas placas em bronze em homenagem a Rob e seu cão Skip espalhadas pela vila de West-Terschelling (que serviu de cenário para algumas histórias), Friesland, Países Baixos.


Photo © René & Peter van der Krogt


BANNER

CatatauCatatau - Catatau was a much beloved and popular dog who lived for 12 years at the campus of the Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Brazil. He was a very active individual in the Catatauacademic community: always taking part in strikes, political campaigns, concerts, takeovers (once, the students took control of the Dean's office and Catatau immediately sat  comfortably in the Dean's chair), picketing etc. Professors, students and employees were his friends; when, on July 24, 2009, he was found dead in a creek near the University (it seems he was poisoned), they mourned deeply. Catatau's death made the news. He was buried in University ground, next to a monument erected by the workers during a strike (which, by the way, Catatau took part).

The plaque in his honor was commissioned by employees, students and professors and had the support of the non-governmental organizations Organização Bem Animal (OBA!) and Instituto É o Bicho! It reads (in Portuguese):

1997-2009
We will never forget you.
Dignity does not consist in possessing honors, but in deserving them.

Aristotle



Photos:

plaque: © Rogeria D'El Rei da Silva Souza Martins
Catatau sitting down © Léo Nogueira
Catatau lying down © Rafael Vilela

Thanks to Rogeria, who tipped me about this homage!

Português *** Portuguese

CatatauCatatau - Catatau foi um cachorro muito popular e querido que viveu por 12 anos no campus da Universidade Federal de Santa Catarina e, como não poderia deixar de ser, foi um indivíduo bastante ativo dentro da comunidade universitária: participava das passeatas, das greves, das campanhas eleitorais e atos políticos, assistia aos shows musicais. Certa vez, os estudantes invadiram a reitoria e Catatau os apoiou, sentando confortavelmente na cadeira do reitor.

Em 24 de julho de 2009, foi encontrado morto num dos córregos que cortam a UFSC; a causa de sua morte é desconhecida — provavelmente "Che" Catatau (como era conhecido) foi vítima de violência humana. Catatau foi enterrado ao pé da Pira da Resistência, monumento erguido pelos trabalhadores durante uma greve da qual ele também participou.

A placa em concreto em sua homenagem — esculpida pelo artista Adlei Pereira,  o Gringo — foi inaugurada em 7 de outubro de 2009 no Campus Universitário Reitor João David Ferreira Lima, no jardim do Centro de Comunicação e Expressão (CCE), junto à Pira, em Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

A homenagem tornou-se possível com o dinheiro arrecadado através da venda de broches e adesivos, da doação de alunos, funcionários, professores, pessoas simpáticas à causa e do apoio das ongs Organização Bem Animal (OBA!) e Instituto É o Bicho! Na placa está inscrito:

1997-2009
Jamais te esqueceremos.
A grandeza não consiste em receber honras, mas em merecê-las.

Aristóteles


Fotos:

placa: © Rogeria D'El Rei da Silva Souza Martins
Catatau sentado © Léo Nogueira
Catatau deitado © Rafael Vilela

Obrigada a Rogeria, que deu a dica sobre esta homenagem!


Textos sobre a morte de Catatau


A UFSC perde um líder
- Rogeria D’El Rei Martins/UFSC - Julho/2009

cartazCatatau, como era chamado pela maioria dos integrantes da comunidade universitária,  apareceu no  da UFSC em 1997, ainda filhote, com o seu irmão Euclides. Seu irmão foi doado, morrendo logo em seguida de cinomose. Mas ele, com sua missão já predestinada, permanece no Campus. Como era idêntico ao seu irmão, era carinhosamente chamado de Clone pelas amigas da Matemática. Tinha outras alcunhas, entre elas, Zorro, Bruno e Danielzinho. Castrado no ano de 2005,  fez seu pós-operatório no campus, sem deixar de participar de nenhuma atividade sequer.

É considerado  o cão mais revolucionário que se tem notícias. Participou de diversos manifestos, assembleias, debates, passeatas, greves, acampamentos, barricadas, invasões, “sequestro” e até já foi cotado a candidato a Reitor. Bem, na cadeira do Reitor sei que ele já sentou... Sua presença era fidedigna nas recepções aos calouros, trotes, festas e até em rodinhas “fora da lei”.

Com aquele ar autoritário, às vezes maroto, às vezes traiçoeiro, Catatau conquistou a liderança no Campus. Todos o conheciam, todos os respeitavam.

Querido por todos, Catatau ganhou espaço na internet. São diversos os sites, blogspots e fotologs que divulgam a sua história na UFSC.

Se ele vai fazer falta? Já está fazendo. O Campus nunca mais será o mesmo. Pode-se dizer que Catatau era daqueles que iria chegar aos 100, para tanto, bastava que as lutas sociais não parassem. Ele será homenageado por formandos de 2009.1, mérito que muitos que se aposentam na UFSC não chegam a alcançar.

Sabem onde Catatau errou? Em acreditar muito nos homens... Não fosse isso, ainda estaria materialmente entre nós.

Enterrado em frente ao CCE, ao pé da “Pira da Resistência”, espera-se dedicar a esse cão uma homenagem para que todos saibam que uma vez na UFSC existiu um líder patudo.

...pobre daqueles que provocaram esta calamidade... que futuro os espera...!!!




Morreu o Catatau! - Elaine Tavares


Vídeos no YouTube


Catatau nota dez UFSC - Uma homenagem ao Catatau, o eterno UFSCão
A verdadeira homenagem ao Catatau - Homenagem feita pelos alunos do curso de Engenharia Mecânica da UFSC, turma EMC 09.2
Inauguração da placa em homenagem ao Catatau na UFSC - Amigos inuaguram a placa em homenagem ao cachorro mais amado da UFSC
Um tal Catatau - parte 1 - produzido na Oficina Linguagem do Vídeo do 11º Catavídeo em novembro de 2009
Um Tal Catatau - parte 2
Che Catatau no Debate DCE/UFSC - 29/10/2008


BANNER


PICTURE PICTURE PICTURE PICTURE

Português ***

                      Portuguese

Cão

Igreja de São Nicolau
Barfrestone, Kent, Inglaterra





PICTURE

Português *** Portuguese

Cão

George Edmund Street
c 1870
Alto-relevo na Corte Real de Justiça
Londres, Inglaterra


BANNER

chien

Português *** Portuguese

Dogue de Bordéus Atacando um Lobo

Museu Nacional de História Natural
Paris, França



BANNER

dogsDogs and Ball - Haus zur Hundskugel is a historical building built in 1741.


Português *** Portuguese

Cães e Bola - Pequena placa em relevo decorando um prédio histórico de quatro andares construído em 1741 em Munique, Alemanha, que leva o nome de Haus zur Hundskugel. Obra do artista Roman Anton Boos.


Photo © Rufus46




PICTURE

drinking fountainDrinking Fountain - For dogs, it is decorated with high-relief dogs, it is located in the physiological department of the Institute of Experimental Medicine in Saint Petersburg, Russia, place where physiologist Ivan Pavlov (1849-1936) developed his conditional reflex studies. Go here for further information.

Português *** Portuguese

Fonte - Para cachorros, é decorada com cães em alto-relevo, está localizada no departamento de fisiologia do Institute of Experimental Medicine em São Petersburgo, Rússia, lugar onde o fisiologista Ivan Pavlov (1849-1936) desenvolveu seus estudos sobre o papel do condicionamento na psicologia do comportamento. Leia mais sobre o assunto aqui.


BANNER

dog
© René & Peter van der Krogt

Português *** Portuguese

Galgo Inglês

Jan te Hofsté
ca. 2008
Winterswijk, Gelderland, Paísesd Baixos


BANNER

Hobo - Hobo was first discovered in a snowdrift in 1920 and soon became the unofficial mascot of Ocean City. Hobo died on December 8, 1936; he was 18 to 19 years old.

At first, the small monument was placed at the high-school lawn. Later, it was relocated to the lawn of Historical Museum of Ocean City. In the summer of 1999 the monument was damaged by vandals and was removed for repairs; after being repaired, the Hobo Monument was rededicated in 2000.


Português *** Portuguese

Hobo - Cachorrinho que vivia nas ruas, Hobo foi visto pela primeira vez em 1920, enterrado num monte de neve; salvo da morte certa, acabou se tornando o mascote da cidade de Ocean City, Nova Jérsei, Estados Unidos. Querido tanto pelos moradores locais bem como pelos turistas, Hobo tinha permissão para perambular pela praia (onde a presença de cães não é permitida) e acabava muitas vezes tirando uma soneca na toalha de praia de algum amigo visitante. Também costumava, nas tardes de verão, visitar uma sorveteria onde ganhava um pratão de sorvete.

Hobo morreu em 8 de dezembro de 1936 — ele tinha entre 18 e 19 anos, e logo uma campanha para homenagear o cãozinho movimentou a cidade: uma fonte para cães com a imagem de Hobo em alto-relevo foi então inaugurada no páteo da escola municipal. Hoje em dia, a fonte se encontra nos jardins do Museu Histórico de Ocean City.


Photos Hobo and fountain © Ocean City New Jersey by Robert J. Esposito
Photo relief © Public Sculpture in New Jersey: Monuments to Collective Identity by Meredith Arms Bzdak (thank you to Sheena Chi for telling me about Hobo!)


BANNER

Jet of Iada - The world’s first wartime search and rescue dog, trained by Lieutenant-Colonel James Baldwin. Jet should alert about snipers, but ended up as a talented search and rescue dog, helping trapped victims in blitzed buildings.

Mrs. Hilda M Babcock Cleaver was the owner of Sadie, Jet's mother. Jet and 4 siblings were born on July 19, 1942, and were given to Colonel Baldwin by Mrs. Cleaver, as a response to a newspaper request. After initial training Jet was posted to the American Army Air Force in Ireland, to work with handler Elmer Aleksieweiz. Jet returned to the Woodfold training school in June 1944 as Instructor and Demonstrator with his new handler, Corporal Wardle, of the Royal Air Force. source

Edna Rose is an artist from Hoylake. Inscription: JET OF IADA - Dickin Medal & Med for Valour. First Rescue Dog Air Raids World War II.


Português *** Portuguese

Jet of Iada - Foi o primeiro cão de resgate e busca em tempos de guerra. Treinado pelo Tenente Coronel James Baldwin, Jet, um Pastor Alemão, devia servir mais como cão de guarda, mas apresentou um talento natural para encontrar pessoas em baixo dos escombros dos prédios destruídos pelas bombas lançadas em Londres durante a Segunda Guerra Mundial.

Hilda M. Babcock Cleaver era a dona de Sadie, a mãe de Jet e de seus 4 irmãos, nascidos no dia 19 de julho de 1942. Os cãezinhos foram oferecidos ao Coronel Baldwin, após Hilda ler no jornal um apelo dos militares. Jet passou um tempo na Irlanda, com a Força Aérea Americana, mas logo voltou para casa para trabalhar com o Cabo Wardle, da Força Aérea Real Britânica. Jet ganhou a Medalha Dickin instituída em 1943 por Maria Dickin (fundadora do People's Dispensary for Sick Animals, uma instituição veterinária de caridade) para homenagear o trabalho dos animais na guerra; é um grande medalhão de bronze com as inscrições Por Bravura e Nós Também Servimos.

O Memorial, executado pela artista Edna Rose, fica no Parque Calderstones em Liverpool, Inglaterra.
Tradicionalmente, o prêmio é entregue pelo prefeito de Londres.


Photo ©  Tom Patterson


BANNER


© Sheena Chi

Português *** Portuguese

Memorial ao Cão de Guerra de Long Island

Eisenhower Park, East Meadow
Long Island, Nova Iorque, Estados Unidos





PICTURE

Português *** Portuguese

Entrega de Correspondência - Placa de granito em alto-relevo de um esquimó e seu cão de trenó, esculpido por Edmond Amateis (1897-1981) em 1941, parte de um conjunto de 4 unidades. Afixada na entrada principal do edifício dos Correios da 9th Street, Filadélfia, Pensilvânia, Estados Unidos.




PICTURE

Português *** Portuguese

Profissionais  Que Trabalham Para Preservar, Proteger e Defender o Povo de Biloxi - Placa (esculpida por Fred Beasley) em homenagem aos profissionais — médicos, bombeiros, guardas de trânsito, policiais com cães — que trabalham no Centro de Segurança Pública em Biloxi, Mississippi, Estados Unidos.


BANNER

PICTURE PICTURE

Robinson Crusoe and Dog - Plaque commemorating Robinson Crusoe, who sailed from Hull in 1651 and ended up on a desert island for over 28 years after his ship sank.

Português *** Portuguese

Robinson Crusoé e Cão - Placa comemorando o personagem Robinson Crusoe, que saiu de Hull em 1651 e, depois do navio em que estava ter afundado, acabou isolado em uma ilha deserta por 28 anos. Em Queen's Gardens, Hull, Kingston upon Hull, Inglaterra


BANNER

dogShepherd and Dog - Granite sculpture with, among others, the silhouets of a shepherd and his dog at the Palau de gel (in Castilian "ice Palace") d'Andorra, an installation property of FC Barcelona adapted to ice hockey. Comemorating the X Competition of Catalan Sheepdogs (Gossos d'Atura Català) of Canillo.

Português ***

                      Portuguese


Pastor e Cão -
Escultura em granito com baixos relevos, entre eles de um pastor e seu cão. Obra do artista Jacques Bourges, inaugurada em 1998 no Palau de gel d'Andorra (campo de hóquei no gelo), em Canillo, Andorra. Em comemoração à X Competição de Pastores-catalães (Gossos d'Atura Català) de Canillo.


Photo © René & Peter van der Krogt


Newfoundland born in 1930; he lived with his owner William Thomas in the North Dock of River Tawe, in Swansea, Wales, and in several occasions, rescued people from the water.

In 1936, he was awarded with the title of Bravest Dog of the Year. He was also given a silver cup by the Lord Mayor of London and 2 bronze medals by the National Canine Defence League (Dogs Trust). In 2000, was nominated Dog of the Century by the NewFound Friends of Bristol.

Swansea died in 1937, after eating rat poison.

Erected to the memory of Swansea Jack the brave retriever who saved 27 human and 2 canine lives from drowning. Loved and mourned by all dog lovers. Died October 2nd 1937 at age of 7 years. Ne er had mankind more faithful friend than thou who oft thy life didst lend to save some human sould from death. Owner & Trainer WM. Thomas.

Português *** Portuguese

Swansea Jack - Terra-nova nascido em 1930; morava com seu dono William Thomas nas docas do Rio Tawe, em Swansea, País de Gales e costumava tirar banhistas em perigo da água.

Seu primeiro resgate aconteceu em 1931 (um menino de 12 anos). Semanas depois, virou notícia em um jornal local quando salvou mais uma pessoa e acabou ganhando uma coleira de prata dos vereadores da cidade. Em 1936, ganhou o título Cão Mais Corajoso do Ano, concedido pelo jornal Star. Recebeu também um caneco de prata do prefeito e duas medalhas de bronze da National Canine Defence League (atual Dogs Trust). Morreu em 1937 após comer veneno de rato; no mesmo ano, um monumento (esculpido por J. Cecil Jones) foi erguido em sua homenagem:

Erigido em memória de Swansea Jack, o bravo Retriever que salvou 27 vidas humanas e 2 caninas do afogamento. Amado e pranteado por todos os amantes de cães. Morreu em 2 de outubro de 1937 com 7 anos. Nunca a humanidade deve amigo mais fiel do que você. Freqüentemente sua vida ofereceu para salvar alguns humanos da morte. Proprietário e adestrador WM Thomas.

Em 2000, foi nominado Cachorro do Século pela NewFound Friends of Bristol, instituição que ensina a cães técnicas de resgate aquático.


BANNER

dog
© HeadOvMetal

Português *** Portuguese

Túmulo de ? (cão)

Cemitério Oakwood
Austin, Texas, Estados Unidos


BANNER

dog
© Brecht Bug

Português

            *** Portuguese

Túmulo de ? (cão)

Cemitério Green-Wood, Brooklyn
Nova Iorque, Estados Unidos


BANNER

dog
© S. Ruehlow

PICTURE *** FOTO

Português *** Portuguese

Túmulo de ? (casal e cão)

Cemitério do Père-Lachaise

Paris, França


BANNER

dog
© Star Cat-Sherrie

PICTURE *** FOTO

Português *** Portuguese

Túmulo de ? (Laddie)

Cemitério
Green-Wood, Brooklyn
Nova Iorque, Estados Unidos


BANNER

picture *** foto

LickTomb of ? (Lick) - Inscription behind the dog reads: Lick - Our Faithful Friend.


Português ***

                Portuguese

Túmulo de ? (Lick) - Em uma inscrição atrás do cachorro se lê: Lick - Nosso Fiel Amigo.

No Cemitério do Père-Lachaise, em Paris, França.


Photo © Kay Harpa


BANNER

PICTURE *** FOTO PICTURE *** FOTO PICTURE *** FOTO PICTURE *** FOTO FIND A GRAVE

EmperorTomb of Ann Jewson Crisp (dog Emperor) - Mrs. Crisp died at age 94 and is buried with her dog Emperor.


Português *** Portuguese

Túmulo de Ann Jewson Crisp (cão Emperor) - A Sra. Crisp morreu aos 94 anos em 20 de janeiro de 1884 e está enterrada com seu cachorro Emperor no Cemitério de Highgate, em Londres, Inglaterra.



Photo © Ian Gallagher


BANNER

BossTomb of Capt. William Ellerbrock - "Ellerbrock was a 24-year-old German immigrant who had lived in Wilmington for seven or eight years with his uncle, L.T. Lemmerman, the captain of a riverboat. The young man followed his uncle onto the river, becoming captain of the steamer Wm. Nyce.  His dog Boss was his constant companion, ashore and afloat. By one account, Boss was a Newfoundland – a large breed that can weigh 200 pounds. One Saturday night, fire broke out in George A. Peck’s store at Front and Dock streets, and Ellerbrock was among those who braved the flames and smoke to save what they could. When the building began to collapse, other men escaped, some with serious injuries. The next morning, Ellerbrock failed to come to breakfast, and his uncle began searching for him. He was found, in the newspaper’s words, 'burned and charred to a fearful extent. Near by his blackened corpse was found the body of his faithful dog Boss… In the mouth of the noble animal was found a small fragment of cloth, and the natural supposition is that, when his master was stricken down he seized him by the clothing and tried to drag him out, failing in which he died by his side.' Years later, a local historian wrote that Ellerbrock had asked a bystander to hold Boss by the collar, but that when Ellerbrock screamed from inside the flaming building, the dog broke away and rushed to his aid.

Volunteer firefighters, other residents and the young men of Ellerbrock’s church, St. Paul’s Lutheran, donated money to erect a handsome monument to Ellerbrock and Boss. On the back is a carving of a sleeping dog, with the inscription, Faithful Unto Death."  source

Português

                          *** Portuguese

Túmulo do Capitão William Ellerbrock (cão Boss) - Ellerbrock era um imigrante alemão que por 7 ou 8 anos viveu em Wilmington com seu tio, capitão de um barco a vapor. Logo, o próprio Ellerbrock capitaneva um navio, sempre tendo ao seu lado o cão da raça Terra Nova (segundo uma única fonte) Boss. Em 11 de fevereiro de 1880, um incêdio começou em uma loja e Ellerbrock estava entre as pessoas que tentaram salvar o que se podia; no dia seguinte, ele foi encontrado morto, junto com Boss, que tinha em sua boca um pedaço de tecido, como se tivesse tentado puxar seu dono pela roupa. Bombeiros,  jovens membros da igreja da cidade e outros residentes ergueram o monumento em homenagem a Ellerbrockno no cemitério Cemitério Oakdale, em Wilmington, Carolina do Norte, Estados Unidos. Atrás do obelisco, um alto-relevo de Boss e a inscrição fiel até a morte.

Photo © kdsims/Kim


BANNER

PICTURE *** FOTO FIND A GRAVE

dogTomb of Harold Jimmy Miller - "Jimmy was a kind man who loved sports, especially the Georgia Bulldogs and the Atlanta Braves."    source

Português ***

                            Portuguese

Túmulo de Harold Jimmy Miller (Buldogue) - Jimmy torcia para o time de baseball Georgia Bulldogs, talvez isso explique o pequeno Buldogue em seu túmulo.

Glen Haven Memorial Garden, em Macon, Geórgia, Estados Unidos.


Photo © MountainEagleCrafter


BANNER

dogTomb of Louis E. Uyttenhooven - A plaque reads: "illise Set. 20, 1919". Would Illise be the little dog portrayed in relief? Would Illise be buried there, along with her master?

Português ***

                                Portuguese

Túmulo de Louis E. Uyttenhooven - Louis E. Uyttenhooven (1840-1923) está sepultado no Cemitério Oud Eik en Duinen em Haia, Holanda do Sul, Países Baixos. Na frente do túmulo em pedra, há um alto-relevo (esculpido por G. Keuzenkamp) de um cachorrinho (ao que parece um Yorkshire) deitado em uma almofada e a inscrição "illise Set. 20, 1919" seria Illise o nome da cadelinha e a data de sua morte? Estaria ela enterrada ao lado do dono?


Photo © René & Peter van der Krogt


BANNER

PICTURE ***

                                  FOTO PICTURE ***

                                  FOTO PICTURE ***

                                  FOTO PICTURE ***

                                  FOTO PICTURE ***

                                  FOTO
PICTURE ***

                                  FOTO PICTURE ***

                                  FOTO PICTURE ***

                                  FOTO PICTURE ***

                                  FOTO PICTURE ***

                                  FOTO

dogTomb of Tom Ranken - The tomb reads: Remember Tom Ranken, a Large & Loveable Personality. Around the dog, there is the musical notation for Ode to Joy, by Ludwig van Beethoven.


Português *** Portuguese

Túmulo de Tom Ranken - Uma incrição revela que Tom (18/5/1875-27/4/1950) tinha uma "grande e adorável personalidade". Ao redor do cão, há a notação musical do Hino à Alegria, de Beethoven. O túmulo fica no Cemitério Dean, Edimburgo, Escócia.


Photo © Sherrie-Star Cat


BACK

VOLTAR